A Literatura Infantil de Lou Vilela

A formicesa trabalhava
dia e noite, noite e dia.
A princemiga se enfeitava,
comia e dormia.
A princemiga num dia de sol,
seguiu a formicesa...
“Tão pequenininha, carregando a comida.”
Sentiu um orgulho imenso, com ela aprendeu.
O tempo passou, a princemiga cresceu.
Mudou tanto que ficou
com jeitinho de formicesa.
E não é que a princemiga
tinha ficado mais linda?

by Lou Vilela.


Não tem quem aguente


Tem certas dores
que dão de repente
não tem quem aguente.

Dor de barriga
é a acrobata lombriga
dançando escondida?

Dor de ouvido
é o travesso mosquito
zanzando, zunindo?


Dor de dente
é o teimoso pica-pau
tamborilando na gente?


Dor de cabeça
é a sábia suindara
rasgando mortalha?


Dor de garganta
é a aranha arteira
tramando sua teia?


Pra dor sarar
que tal um beijinho
e muito carinho?


by Lou Vilela.



De quem é o sino?
É da mimosa
- Vaca charmosa.


E a coleira?
É do radar
- Cão de guarda espetacular.


E o carrinho?
É do João
- Amigo-irmão.


E a boneca assanhada?
É da Maria
- Menina-alegria.


E o chapéu?
É do valente cowboy
- Meu herói.


E o avental?
É da sublime poesia
- Meu anjo-guia.


E o amor?
É chocolate quente
Aquece o coração de toda a gente.


by Lou Vilela.

Lobo bobo

“Era uma casa muito engraçada, não tinha porta, não tinha nada”... Também não morava lá nenhuma vovó. E assim, o lobo percebeu a troca de endereços. Quis se esconder, mas era tarde demais! A casa vermelha o encantara. Era toda decorada com sentimentos. Ali, na ante-sala do coração, o lobo mau percebeu o quanto era bobo. Hoje em dia, quando se ouve um uivo em noite de lua cheia, sabe-se que é mais um lobo espalhando poesia em sua cantiga de amor.


by Lou Vilela.



Conhecendo um pouquinho da autora:


Lou Vilela, natural de Natal/RN e residente no Recife/PE, é formada no curso de Administração e possui Pós-Graduação em Logística Estratégica. Expande a sua arte literária, em verso e prosa, em seu blog Nudez Poética. No seu espaço, o leitor também encontra poesia e prosa para crianças.


Nota:

Biografia extraída do blog da autora e de artigo no blog Novidades & Velharias.


15 comentários:

BAR DO BARDO disse...

poesia infantil não é bem a minha área. mas os poemas são engraçadinhos. sempre bom conhecer mais... obrigado!

Hercília Fernandes disse...

Olá Maria Clara,

a postagem dos textos infantis da Lou Vilela ficou belíssima.

Você reuniu boas ilustrações para compor o cenário e fez ótima diagramação dos textos. Tudo em perfeita ordem. Parabéns!

Mas, falando da literatura infantil da nossa querida Lou, creio que a sua poesia deve ser levada, o quanto antes, ao alcance das crianças. Para que elas possam apreciá-la e assim atribuir um juízo. Pois, escrever para crianças, como disse Cecília Meireles no livro "Problemas da Literatura Infantil", é ao mesmo tempo "difícil e fácil". E é o leitor infanto-juvenil que deve apontar o livro de seu interesse.

Isso significa que cabe aos adultos considerar algumas complicações iniciais para se dirigir a este público leitor, dentre elas: a facilidade da linguagem; o nível de maturidade e desenvolvimento infantil em seus vários aspectos; e, especialmente, as especificidades que comportam o universo da criança; o que exige uma clareza acerca de concepção de infância.

Tudo isso sem perder de vista a esteticidade, o prazer que a escrita/leitura pode promover. Enfim, não é uma tarefa simples... Muito embora, a simplicidade deva permear a obra.

Mediante essas reflexões, penso que os textos da Lou contêm esses elementos necessários para atrair e formar o gosto infantil pela leitura: simplicidade na forma, sedução e ludismo, conteúdos que podem gerar uma aprendizagem interdisciplinar; mas, acima de tudo, beleza.

Parabéns, Lou, por sua criatividade e interesse pela criança/infância. Não deixe de pensar no livro, viu? Já lhe falei sobre isso no seu blog e, hoje, intensifico.

Novamente, Maria clara, parabéns pela belíssima postagem.

Beijos nas duas.

H.F.

Maria Clara Pimenta disse...

Querido bardo,

a literatura infantil é cheia de mistérios. Mas, fico feliz que tenha interesse em conhecer um pouco desse fantástico universo.

Muito obrigada, Henrique, por sua vinda e comentário.

Forte abraço,
maria clara.

Maria Clara Pimenta disse...

Querida H.F, que prazer recebê-la aqui!!!

Quanta clareza e conhecimento vc nos traz sobre criança e literatura infantil!?

Amiga, seu comentário é uma aula, uma verdadeira aula! Fico muito feliz e orgulhosa em ser sua leitora ao longo desses dois anos.

Creio que a Lou também ficará feliz com as suas palavras. E concordo com elas, a poesia da Lou possui todos os ingredientes necessários para fazer um bom livro infantil.

Muitíssimo obrigada por suas sábias e generosas palavras!

Forte abraço,
Maria Clara.

Mirse disse...

Maria Clara,
Estou encantada! Os versos de Lou e sua apresentação, fez vibrar em mim, a esperança que ainda exista POESIA INFANTIL de alto teor e nível.A imaginação da criança e sua visão, é algo que assusta os poetas que lidam com elas. De Cecília à Vinícius, pouco se encontra.
Parabenizo à ambas pelo belo espetáculo que espero ver em breve na did´stica infantil. Agradeço por compartilhar comigo.

Este post vale à pena ser divulgado em larga escala.

Um forte abraço

Mirse

Taninha Nascimento. disse...

Acho a poesia infantil de máxima importância para a formação da criança; aguçando a sua sensibilidade e, fazendo-a perceber o quanto há de beleza - ou ainda - tristeza em tudo que nos cerca: natureza, pessoas, circunstâncias...

A poesia traz delicadeza às questões humanas e, a criança, precisa dessa experiência.Precisa experimentar também o FAZER poético e tentar expressar seus sentimentos ao observar uma flor, as nuvens, a chuva, o sol, seus coleguinhas, seus pais...Enfim...

A Arte sempre é uma forma de catarse, seja ela qual for.

A Educação precisa mesmo incluir a arte desde as séries iniciais, para que as crianças expressem o que sentem e se tornem adultos mais sensíveis, observadores e, menos agressivos.

Não digo que não haja poesias [Arte de forma geral]agressivas, sarcásticas, irônicas...Todos sabemos que há e que são formas de expressão das mais legítimas e genuínas.Às vezes, é preciso... Mas, tão bom seria que as "agressões" não passassem de boas catarses em forma de arte... Para que pudessem ser analisadas, compreendidas e discutidas.

Estudos científicos já comprovam que a Arte também aguça a inteligência de forma geral.

Não acho o fazer poético para o público infantil fácil. Admiro quem sabe fazê-lo.

Parabéns a Lou Vilela, Hercília Fernandes [pela clareza e conteúdo do comentário]e a você , Maria Clara, pela divulgação desse belo trabalho.

Abraço grande,
Taninha

Maria Clara Pimenta disse...

Oi Mirse,

muito obrigada pelos elogios à postagem e, sobretudo, à criação infantil da Lou Vilela, que é linda!

Seja muito bem vinda neste cantinho.

Forte abraço,

Maria clara.

Maria Clara Pimenta disse...

Oi Taninha Nascimento,

estou felicíssima com a sua visita, pois muito lhe admiro.

Muito lhe agradeço pelo comentário tão bem formulado. Vc demonstra grande esclarecimendo sobre a importância da literatura infantil para a formação da criança.

Concordo plenamente com as suas palavras. A arte abre muitas portas para o desenvolvimento humano, e deve ser prioridade na educação.

Muito obrigada pelas palavras generosas em conteúdos e reflexões.

Forte abraço,
Maria Clara.

Graça Pires disse...

Uma delícia estes poemas de Lou Vilela... A criançada irá adorar.
Beijos.

Maria Clara Pimenta disse...

Concordo em gênero, número e grau, Graça Pires, a criançada irá adorar os poemas da Lou!

Muito obrigada por sua visita e incentivos.

Beijos,

Maria clara.

Lou disse...

Maria Clara,

Conforme já havia sinalizado, fiquei encantada com o formato da publicação. Você enriqueceu os textos com uma seleção de ilustrações encantadoras e com uma cuidadosa diagramação.

Foi com muita satisfação também que li as considerações aqui deixadas – verdadeiras aulas sobre o universo da criança e a literatura infantil!

Agradeço a todos pela atenção dispensada, pela troca de conhecimento e em especial à Maria Clara por ceder uma parte de seu espaço para esta divulgação.

Um grande abraço,
Lou

Lou disse...

Em tempo: deixei um "mimo" para você em meu blog.

Abraços,
Lou

Maria Clara Pimenta disse...

Oi Lou,

fico muito feliz que a postagem tenha agradado ao seu gosto.

Espero que transforme esse material em um belíssimo livro para crianças.

Já estive no Nudez Poética, muito obrigada pelo "mimo" do prêmio do amigo.

Beijos,
Maria Clara.

Lou disse...

Minha querida, tendo em vista o seu interesse por literatura infantil, deixo aqui o link para mais um texto postado.

Um grande abraço,
Lou

http://nudezpoetica.blogspot.com/2009/02/texto-infantil-ritmos-e-rimas.html

Maria Clara Pimenta disse...

Lou,

estou indo visitar o seu novo texto. Obrigada, minha querida, pela boa dica!

Beijinhos,

Maria Clara.